Black Friday, Ciber Monday e…. Natal! Sim, o esperado Natal, tanto para as agências como para as marcas, está aí. O objectivo é tornar os produtos em objectos de desejo na noite mais esperada do ano. Mas para que o seu produto seja especial neste Natal é necessário começar a trabalhá-lo com bastante antecedência.

Não é por acaso que muitas vezes, ainda com 40 graus no fim do Verão, se veja um ou outro anúncio sobre o produto que vai sair no Natal. Porque é preciso criar desejo, é preciso fazê-lo sair nas revistas, e torná-lo como inspiração na seleção de produtos e marcas.natal
 
Mas a 3 semanas do Natal, é urgente que conheça a data mas propícia para as campanhas digitais tendo em conta a logística dos envios de cada produto. E também a escolha das bases de dados é o factor decisivo para o sucesso da campanha.
 
Seleccionámos 7 passos para que a sua campanha de email marketing de Natal tenha sucesso:
 
1 – Defina a estratégia e o objectivo da sua campanha.
2 – Defina as datas dos envios tendo em conta o tempo de entrega.
3 – Escolha bases de dados externas tendo em conta a actualização dos dados, as segmentações disponíveis e o target que pretende, a legalidade da captação e da partilha dos dados. 
4 – Fale directamente para o seu público-alvo, com uma mensagem clara, com call-to-action visível, e com incentivos à compra como descontos, promoções ou ofertas. Não esqueça o desenho responsivonum mundo cada vez mais mobile.
5 – Use um assunto que desperte curiosidade, se possível, personalize e faça o cliente sentir-se especial: “Joana, este Natal todos os modelos a 20€. Reserve já!”
6 – Acompanhe o envio e os comportamentos dos consumidores.
7 – Analise os resultados e tire conclusões tendo em conta o horário e a data do envio, a base de dados, a segmentação, o assunto, a imagem, os produtos, os links usados, os incentivos, as taxas de abertura, de cliques e as vendas.
 
Não esqueça ainda que cada experiência do consumidor deve ser única e pessoal. Cada vez mais a personalização deve estar presente em todos os cenários. Não esqueça que os consumidores estão mais dispostos a comprar online, mas cada vez menos a serem tolerantes com a espera das compras. Se puder também aí juntar pontos só terá a ganhar.